sábado, 14 de abril de 2012

Trio usava carne humana para fazer salgadinho




Prática era usada para ritual


 

Três pessoas foram presas acusadas de matar e esquartejar duas mulheres durante um ritual de suposta 'purificação' em Garanhuns, em Pernambuco. De acordo com a polícia, os suspeitos retiravam os músculos e fígado e os armazenavam na geladeira para consumo tanto da família quanto para a preparação de salgadinhos, que eram vendidos pela cidade.
O trio suspeito morava junto — um casal de 50 anos e uma mulher de 25 — e é acusado de pelo menos outros oito crimes. Junto com os três, morava uma criança de cinco anos que seria filha de uma vítima, Jéssica Camila, morta em 2008. Desde o assassinato, a mulher de 25 anos assumiu a identidade da vítima, usando os documentos e cuidando da criança.
De acordo com a polícia, os três atraíam suas vítimas com uma falsa promessa de emprego de babá. Quando as vítimas chegavam à residência do trio, o homem, que é professor de caratê, aplicava um golpe na nuca da vítima como primeiro passo do ritual de purificação da seita denominada 'O Cartel' e a arrastava por uma corda no pescoço até o banheiro. Segundo depoimento dos presos, se a mulher sobrevivesse, a carne dela seria purificada, e, se morresse, o espírito receberia a purificação.
O passo seguinte do ritual seria a retirada da pele, o esquartejamento da vítima e a retirada dos músculos e fígado. Os restos eram enterrados no quintal da casa, segundo a polícia.
Os suspeitos foram presos após investigações sobre o desaparecimento de duas mulheres. Gisele Helena da Silva, de 31 anos, desapareceu no dia 25 de fevereiro e foi a primeira vítima do trio na cidade. Alexandra da Silva Falcão, de 20 anos, estava desaparecida desde o dia 12 de março. Os restos dos corpos já foram localizados e levados para o Instituto Médico Legal (IML). Em depoimento, a mulher de 25 anos confessou a morte de Jéssica e disse que o trio teria matado outras oito mulheres. A polícia está investigando as informações no Rio Grande do Norte e na Paraíba.

2 comentários:

  1. Essa dupla cadeia não deve resolver tem que ser linchado em publico pelos parentes das vitimas... como eles praticam rituais SATÂNICOS que ver se o DEMÔNIO vos livrará dessa. Dario Pessoa LAGUNA SC

    ResponderExcluir
  2. vai toma no cu esses fdp . tem que morre um capeta desse
    e policia nesse mundo nao faiz nada a nao ser prender ja ta bom haha eles tinhao que fazer um novo jeito de matar esses bandido filha da puta de hoje em dia .. manda corta a cabeca fora logo de vez e morre pra nao da mais trabalho pq se prender resolve se os problema do mundo ,.. o mundo nao taria essa bosta que ta hoje ..

    ResponderExcluir