domingo, 4 de março de 2012

XANXERÊ - Briga de vizinho e membros de igreja termina em homem agredido com golpe de enxada

Há tempo, a convivência de uma família e dos membros da Igreja do Evangelho Quadrangular (Templo da Fé), na Rua Euclides Hack, não tem sido de harmonia: o vizinho da frente se incomoda com o volume do som na hora dos cultos e, por outro lado, a igreja justifica que tudo é respeitado, atuando dentro da lei. A situação chegou ao extremo, na manhã deste domingo (4), quando uma discussão verbal terminou em agressões.
Entenda o caso Leandro Busnello Moreira, membro da igreja, conta que chegou ao templo para participar do culto de ceia. Ele estacionou seu carro, um Gol, de cor vermelha, na frente da casa do vizinho da frente. - Quando o culto já estava terminando, já era umas 10h30min, eu ouvi um barulho de som alto e me questionei. Eu saí da igreja e vi o carro deles (do vizinho da frente), um Golf vermelho, que ela (Silvia Tonial, dona da casa), parou atrás do meu carro, bateu e começou a lavar o carro, abriu todas as portas e ouvia o som alto. Eu fiquei observando e até pensei que eles iam aprontar algo, porque são acostumados. Quando eu olhei para trás, o filho dela pegou um pote de sabão em pó e jogou no meu carro – relata o rapaz, membro da igreja. Nesse momento, Leandro foi até o outro lado da rua, saber o porquê da atitude. - Quando eu fui do outro lado da rua, um outro membro da igreja também foi, mas para pegar o carro dele, que estava na outra rua. E, quando ele passou perto da gente, jogaram água, com a mangueira, dentro do carro dele, molhando a filhinha de dois anos. Ele então saiu do carro, para conversar e o rapaz (filho da dona da casa) correu para dentro, pegou uma enxada e voltou, nisso ele chegou por trás e acertou na cabeça do nosso colega – conta. A agressão, com a enxada, foi forte provocando um corte profundo na cabeça de Andrei Marques, de 27 anos, que precisou ser encaminhado ao Hospital Regional São Paulo de Xanxerê, pelo Corpo de Bombeiros de Xanxerê. Segundo outros membros da igreja, que presenciaram a situação, que se generalizou, o cabo da enxada quebrou devido à força aplicada para a agressão. O rapaz, autor da agressão com a enxada, filho de Silvia Tonial, fugiu para o Bairro São Pedro. A PM de Xanxerê fez rondas, mas até o fechamento desta reportagem, não havia localizado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário