quinta-feira, 1 de março de 2012

Polícia Civil desarticula Fábrica de Silenciadores para Arma de fogo

A Polícia Civil, através da Divisão de Investigação Criminal (D.I.C. Chapecó) e 1ª Delegacia de Polícia Civil, desarticulou uma “armeria”, onde estavam sendo fabricados silenciadores para armas de fogo, bem como outras práticas consideradas proibidas pelo Estatuto do Desarmamento. A Divisão de Investigação Criminal da Polícia Civil vem deflagrando Operações objetivando apreender armas de fogo e acessórios irregulares e/ou proibidos, tendo somente neste ano apreendido dezenas armas de fogo, inclusive armas potentes e de grosso calibre, como é o caso de um Fuzil .762, com luneta de longo alcance, para uso em disparos de precisão. Durante os trabalhos os Agentes da D.I.C. - Chapecó passaram a monitorar suspeitos de estarem fabricando silenciadores para armas de fogo, bem como estarem promovendo o comércio do referido equipamento, considerado proibido pelo estatuto do desarmamento.
Após dias de Investigação, na ultima terça feira (28/02/2012), por volta das 07h00m foi deflagrada a Operação, sendo cumprido Mandados de Busca e Apreensão nos endereços dos suspeitos, situados na Linha Laranjeira, Caxambu do Sul – SC, onde restou comprovada a fabricação do equipamento proibido, sendo constatada nos fundos da residência de um homem de (30 anos) a existência de uma espécie de “armeria”, onde foram apreendidos equipamentos, tais como torno mecânico e esmirilhadeira, além de vasto ferramental, peças e demais materiais característicos para o fabrico artesanal de tais equipamentos. Foram apreendidos ainda, armas de fogo com lunetas de longo alcance e com silenciadores acoplados ao cano, munição, uma capa de colete característico da Polícia Militar do Estado de Santa Catarina, anotações diversas, entre outros. Noutra residência, foi apreendida arma de fogo com lunetas de longo alcance e com silenciadores acoplados ao cano, além de munição. Outra arma longa ainda foi apreendida, em poder de P.C.B. (56 anos), sendo o mesmo conduzido a Delegacia e prestado declaração, e diante dos fatos arbitrado fiança e liberado. Com a constatação, ambos foram presos em flagrante e encaminhados ao Presídio Regional de Chapecó, onde se encontram à disposição da Justiça. As Investigações continuam. Fonte: DIC

Nenhum comentário:

Postar um comentário