segunda-feira, 5 de março de 2012

Menor número de mortes nas rodovias federais de Santa Catarina no mes de fevereiro desde 1990.

A Polícia Rodoviária Federal de Santa Catarina registrou em fevereiro deste ano 26 mortes nas rodovias federais do Estado. Este é o menor número de mortos desde 1990, comparando exclusivamente este mês. Vejam a tabela abaixo: Número de mortes no mês de fevereiro, por ano: 1990 – 43 1991 – 45 1992 - 60 1993 - 61 1994 - 44 1995 - 59 1996 - 65 1997 - 59 1998 - 48 1999 - 54 2000 – 35 2001 - 57 2002 - 44 2003 - 40 2004 - 43 2005 - 33 2006 - 44 2007 - 42 2008 - 41 2009 - 53 2010 - 41 2011 - 44 2012 - 26 A frota de veículos de Santa Catarina, segundo o DETRAN/SC, era de 1.771.892 veículos em janeiro de 2003 e em fevereiro de 2012 a frota registrada é de 3.733.076 veículos. Assim, apesar do crescimento da frota de veículos em Santa Catarina e no Brasil, o número de mortos em fevereiro de 2012 é o menor da história da PRF/SC. Além disso, analisando os dados do último ano, verifica-se que este também foi o menor número de mortes nas rodovias federais de Santa Catarina, conforme demonstra os números abaixo: Número de mortes por mês, por ano: Janeiro/2011 – 48 Fevereiro/2011 – 44 Março/2011 - 62 Abril/2011 – 49 Maio/2011 - 51 Junho/2011 - 48 Julho/2011 – 64 Agosto/2011 – 45 Setembro/2011 - 48 Outubro/2011 – 55 Novembro/2011 - 59 Dezembro/2011 - 53 Janeiro/2012 - 50 Fevereiro/2012 - 26 Temos que nos lembrar ainda que o carnaval de 2012 ocorreu no mês de fevereiro, e mesmo assim o número de mortes foi bastante reduzido, quando comparado com outros meses e com outros anos. Vários fatores contribuíram para esta redução e podemos destacar as operações integradas com a Polícia Militar e as guardas municipais, as campanhas educativas, a Operação Rodovida, deflagrada pelo Governo Federal e o apoio da imprensa na divulgação de orientações aos usuários das rodovias. A duplicação da BR 101 foi fundamental na redução de acidentes graves porque impede a ocorrência de colisões frontais e transversais, acidentes que normalmente geram feridos e mortos. Acreditamos também que a fiscalização intensa com radares fotográficos em todas as rodovias federais do Estado, desde dezembro de 2011, tenha contribuído para esta redução. A fiscalização e punição de infratores tem um papel educativo importantíssimo. Infelizmente grande parte dos motoristas só respeitam as normas de trânsito após serem multados. Apesar dos números positivos, este número de 26 mortes no mês de fevereiro de 2012 ainda é alto e o ideal é que não tivéssemos mortes devido a acidentes de trânsito. Vários acidentes poderiam ser evitados se os motoristas fossem mais prudentes e adotassem medidas protetivas básicas. Fonte: PRF

Nenhum comentário:

Postar um comentário