quinta-feira, 22 de março de 2012

Aeroporto de Chapecó fechará 75 dias para obras na pista

Chapecó, 20/03/2012, terça-feira – O Aeroporto Municipal Serafim Enoss Bertaso será fechado para operações de pouso e decolagens entre 21 de abril e 5 de julho em razão das obras de fresagem do pavimento – remoção e restauração completa da atual pavimentação incluindo obras complementares a exemplo dos serviços de drenagem. A expectativa é concluir todos os serviços em 75 dias. A decisão foi anunciada pela Administração Municipal após entendimento com cerca de duas dezenas de entidades empresariais, classistas e comunitárias, nesta quarta-feira (21/03). De acordo com o Procurador Geral do Município Thiago Etges a interrupção total das operações de vôo no Aeroporto representa um cenário ‘razoável’ e ‘menos problemático’ para usuários e operadoras, além de atender exigências e recomendações da ANAC – Agência Nacional de Aviação Civil. Para minimizar os transtornos, usuários e operadoras tem 30 dias para organizar viagens conforme o cronograma das obras programadas para iniciar em 21 de abril.
Os serviços consistem na remoção total do pavimento e na implantação de drenagens em diversos pontos da pista. Serão executados pela Planaterra com recursos de R$ 11,6 milhões, dos quais R$ 9 milhões são do Governo do Estado e R$ 2,6 milhão do Município de Chapecó. A empresa montará uma usina móvel de asfalto junto ao canteiro de obras para agilizar os serviços. Além disso, trabalhará com dois turnos de 10 horas contínuos, a partir das 4h da manhã. Deverá movimentar 25 toneladas de asfalto e 45 mil metros cúbicos de terra e pedra. Thiago Etges reiterou o entendimento de que a solução encontrada, ainda que difícil, é a mais apropriada. Citou o caso do Afonso Pena, de Curitiba (PR). Lá, as obras iniciaram em setembro do ano passado e devem se estender até outubro ou novembro deste ano, paralisando 3,8 mil vôos. Os trabalhos são realizados das 24h às 4h da manhã. Além disso, no caso de Chapecó, em algum estágio das obras, as operações seriam interrompidas, necessariamente, por pelo menos 30 dias. Com o cronograma anunciado, todos os grandes eventos programados para o segundo semestre – como feiras, congressos, convenções, etc. - poderão ser mantidos sem problemas. Fonte: Assessoria de Imprensa Prefeitura de Chapecó Foto 01: PM Foto 02 Pablo Reatto

Nenhum comentário:

Postar um comentário