quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Técnico diferente, postura diferente e o JEC vence

Foi tudo diferente na noite desta quarta-feira na Arena Joinville. A chegada de Argel Fucks parece ter mexido com o brio dos atletas do Tricolor, que voltou a jogar bem e superou a Chapecoense por 3 a 1. O resultado tira o JEC da zona de rebaixamento do Catarinense e permite o time a sonhar com um futuro mais promissor na competição.

O JEC estava diferente desde a escalação. Com dois volantes e dois meias em campo, o time atuou pela primeira vez num legítimo esquema 4-4-2. Bem postado dentro das quatro linhas, marcando firme e comandando as ações ofensivas, não demorou para o placar ser inaugurado.



Aos oito minutos, Ramon, em cobrança de falta, colocou a bola no meio da área. Bruno Rangel desviou com a cabeça e enganou Nivaldo: 1 a 0. Aos 18, Glaydson cruzou na cabeça de Bruno Rangel, que justificou o apelido de "Cruel" e ampliou.



Ainda antes do intervalo, a Chapecoense descontou. Nenem cruzou a bola dentro da área do JEC e Rafael Lima, livre de marcação, cabeceou para o gol.



Na segunda etapa, o Tricolor voltou a cometer alguns erros de passes e os visitantes chegaram a dar sinais de que empatariam. Argel Fucks agiu rápido e tirou Ramon para a entrada de Tarcísio.



Mesmo com o resultado encaminhado, o JEC ainda conseguiu ampliar. Lima, aos 28, foi derrubado dentro da área por Marcos Alexandre e o árbitro marcou pênalti. Lima bateu e confirmou.



O JEC venceu a sua primeira partida no Estadual.
A Chapecoense sofreu a sua primeira derrota.

ClicRBS

Nenhum comentário:

Postar um comentário