segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Julgamento de acusado de matar Eloá começa em Santo André

Começou por volta das 10h50 desta segunda-feira (13) no Fórum de Santo André, no ABC, o julgamento de Lindemberg Alves Fernandes, acusado de matar a ex-namorada Eloá Cristina Pimentel no ano de 2008.

O júri iniciado pela juíza Milena Dias ocorre mais de três anos após um dos sequestros mais longos do país - cerca de 100 horas -, acompanhado ao vivo pela TV, que terminou com a morte da estudante, com 15 anos à época.
Seis homens e uma mulher compõem o júri que irá definir se Lindemberg é culpado ou inocente. O réu chegou algemado, mas ficou definido que ele não usará algemas durante o julgamento.
O julgamento começou com a apresentação de imagens do sequestro, que ocorreu entre 13 e 17 de outubro de 2008.
Nayara Rodrigues, amiga de Eloá que foi baleada durante o episódio, é uma das cinco testemunhas arroladas pela acusação. Além da estudante, que atualmente está com 18 anos, prestarão depoimento os dois colegas dela que foram feitos reféns, o policial militar que escapou de um tiro e o irmão mais velho de Eloá, Ronickson Pimentel dos Santos, que era amigo do agressor.

Relembre o caso:

Conforme denúncia do Ministério Público, movido por ciúmes de Eloá porque a ex não queria mais reatar o romance de três anos, o então auxiliar de produção Lindemberg, com 22 anos na época, invadiu armado o apartamento em que a estudante morava com os pais em Santo André no dia 13 de outubro de 2008.
Lá, Lindemberg manteve Eloá e outros três colegas de escola dela como reféns - Nayara, Iago e Victor Campos. Depois, os dois meninos foram libertados.
Após cem horas de cárcere privado, a polícia invadiu o apartamento. Durante a confusão, Lindemberg atirou na cabeça de Eloá e na de Nayara. Eloá foi atingida por dois disparos e teve morte cerebral no dia 18 de outubro. Alguns dos órgãos de Eloá foram doados. Nayara foi baleada no rosto, mas sobreviveu.

Fonte: G1.

Nenhum comentário:

Postar um comentário