terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Na UTI do Hospital São Paulo, Égon reage ao ouvir a voz de sua mãe durante visita



O acidente aconteceu na noite de domingo (11), na Avenida Brasil. Égon estava em um Pálio preto
A família de Égon Brazzo Priman, o rapaz que sofreu um grave acidente na Avenida Brasil, no último domingo (11), pôde ter uma noite mais tranquila. A mãe, Verinha, contou que, na visita de segunda (12), na UTI do Hospital São Paulo, o filho reagiu à sua voz, abrindo os olhos. Égon deu entrada no HRSP com suspeita de traumatismo craniano e fraturas pelo corpo.

Verinha ficou com o filho, na noite de segunda, por apenas cinco minutos. Ela contou que conversou com o filho, dizendo que estava ao seu lado, o visitando todos os dias e que cuida dele.


- Eu fui conversando com ele, dizendo que amo ele, que estamos cuidando dele e esperando ele melhorar para levar ele para casa. Nessa hora, ele abriu os olhos, quis mexer o corpo e tinham vários médicos e enfermeiras juntos e já viram a reação dele. Eu estou muito feliz, sei que vou ter meu filho de volta. O médico me disse que, de gravíssimo, o estado dele é grave e tenho fé que vai melhorar – conta a mãe.


TSX por: Leticia Faria

Nenhum comentário:

Postar um comentário