segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Morre o cantor e compositor regionalista José Claudio Machado

Ele tinha 63 anos, integrou Os Serranos e venceu a Califórnia da Canção Nativa de 1972




Um dos grandes nomes da música regionalista, José Claudio Machado morreu nesta segunda-feira.

Natural de Tapes, o cantor e compositor tinha 63 anos e estava internado no Hospital Mãe de Deus há seis meses para tratar de um enfisema pulmonar.

Segundo o amigo e companheiro de composições Mauro Moraes, assim que o corpo for liberado, o velório será na Câmara de Vereadores de Guaíba, onde ele viveu seus últimos anos. O enterro ocorre na terça às 11h na mesma cidade.

Machado foi o grande vencedor da Califórnia da Canção Nativa em sua segunda edição, em 1972, época de ouro do grande festival de Uruguaiana que hoje é considerado patrimônio cultural do Rio Grande do Sul. A canção Pedro Guará, que lhe deu a Calhandra de Ouro, foi composta em parceria com Cláudio Boeira Garcia e se tornou uma das mais conhecidas de seu vasto repertório – ela deu título a um de seus álbuns mais conhecidos, gravado em 1990.

O músico também ficou conhecido por interpretações como a de Pêlos, Milonga Abaixo de Mau Tempo e Campesino e pelas duas passagens pelo grupo Os Serranos, a última na segunda metade dos anos 1980, quando gravou o disco Isto É... Os Serranos. Machado também tocou com Os Tapes, Bebeto Alves, Luiz Marenco e Mauro Moraes e gravou 14 CDs, o último deles Os Melhores Sucessos de José Claudio Machado, de 2007.

Foi um dos idealizadores do Parque da Harmonia, hoje identificado como reduto dos tradicionalistas sobretudo no período que antecede o 20 de setembro.

– Aquilo ali era primeiro um aterro, nós íamos fazer churrasco, passar o dia, jogar bocha. Um dia saiu um acampamento. E, quando se viu, era um parque – declarou, em uma de suas últimas entrevistas.
ZERO HORA

Nenhum comentário:

Postar um comentário