terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Contrabandista reclama de ação da polícia


Um Meriva, carregado com 17,5 mil maços de cigarros contrabandeados do Paraguai, foi apreendido na manhã desta segunda-feira (05), em Foz do Iguaçu, e o motorista foi preso após tentar fugir. O carro integrava um comboio com mais dois veículos, mas os outros motoristas conseguiram escapar. O que chamou a atenção dos policiais foi a ousadia de um fugitivo, que, em transmissão pelo rádio do Meriva, pedia que o deixasse "trabalhar".


A apreensão aconteceu por volta das 6h30, quando uma equipe da PRF, que fazia ronda na BR-277, viu os três carros saindo da rodovia e entrando na cidade. Ao perceberem que seriam abordados, os motoristas fugiram. O condutor do Meriva abandonou o carro e tentou fugir a pé, mas logo foi alcançado pelos policiais.



O Meriva estava carregado com cigarros, que ocupavam o porta-malas e o interior, sobrando espaço apenas para o motorista. Durante a fiscalização, o rádio usado para a comunicação com o "batedor" permaneceu ligado e o contrabandista, ao perceber que o carro havia sido apreendido, começou a reclamar com os policiais. Ele dizia "deixa nós (sic) trabalhar em paz" "vão prender bandido" "nós não trabalha (sic) com droga nem arma não, é só com palito" "nós não quer (sic) bater de frente com vocês não, nós respeitamos o trabalho de vocês".

Outras apreensões

Entre sexta-feira (02) e domingo (04), a Polícia Rodoviária Federal apreendeu nove carros que transportavam cigarros contrabandeados do Paraguai, em municípios da região oeste do Paraná, e retirou de circulação mais de 100 mil maços. Dos nove carros, três tinham queixa de roubo ou furto. Seis pessoas que estavam nos veículos foram presas em flagrante.

A E

Nenhum comentário:

Postar um comentário