quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Polícia identifica homem que ameaçou de morte vereadora em Jaborá

A Polícia Civil conseguiu identificar o autor das ameaças contra a vereadora Maria Eli Rodrigues de Lima, do PSDB, na manhã do último dia 09, véspera da votação do processo que cassou o prefeito Luiz Nora e o vice Barcelides Nicoli de Jaborá. Na tarde de ontem, a Polícia Civil realizou novas diligências para colher mais provas que levaram à autoria do crime. A Justiça aceitou a quebra do sigilo telefônico da vereadora para investigar o caso. Conforme o investigador da DIC de Joaçaba, EDSON TONIÉLO, o autor reside em Jaborá e é conhecido no município. Segundo ele, informações extraoficiais dão conta de que ele é simpatizante do partido do prefeito cassado, o PMDB. Nas próximas horas, serão dados os encaminhamentos que deverão resultar na prisão do acusado:

Por volta das oito e meia da manhã do dia 09, a vereadora Maria Eli Rodrigues de Lima recebeu uma ligação no telefone de casa. O contato teria sido rápido e a vereadora ameaçada de morte. Do outro lado da linha, uma voz masculina teria dito que deixou rastros durante a noite no município. O tom incisivo aconteceu quando o homem disse para a vereadora pensar bem na hora do voto no processo de cassação. A ameaça se estendeu também à filha da vereadora que poderia, segundo as ameaças, sofrer um grave acidente, além da oficina da família que poderia ser a próxima a ser queimada. Na madrugada do mesmo dia o prédio da Câmara de Vereadores foi alvo de um incêndio criminoso. A DIC investiga agora se o autor das ameaças contra a vereadora tem ligação com o sinistro no Legislativo.

Fonte: Radio Catarinense

Nenhum comentário:

Postar um comentário