terça-feira, 29 de novembro de 2011

Legislativo pede a Policia Civil urgência no esclarecimento do assassinato de Vereador



O Presidente da Câmara de Vereadores de Chapecó, Itamar Agnoletto, enviou nesta terça-feira (29) oficio a Policia Civil de Chapecó solicitando urgência na elucidação do crime de assassinato que vitimou o Vereador Marcelino Chiarello na última segunda-feira. Para ele o clamor popular e a ferida aberta no Estado Democrático exigem urgente solução para o caso e consequente punição para o autor.


Itamar Agnoletto, demais vereadores e funcionários mostram profunda indignação com o assassinato de Marcelino Chiarello e a manifestação foi endereçada ao Delegado de Policia Civil de Chapecó Augusto Mello Brandão. “Acreditamos no trabalho da nossa competente polícia, mas a repercussão do caso exige que sejam utilizados todos os meios de investigação para se chegar a verdade dos fatos”, observou o Presidente do legislativo Chapecoense.

Para ele um crime repugnante como este não pode ficar as escuras porque de certa forma ele atinge a todas as pessoas, a todos os segmentos e ataca diretamente a democracia. “O Vereador tem o direito de exercer o seu mandato com tranquilidade e deve ter todas as condições para exercê-lo”, cobrou Itamar Agnoletto. Para ele a normalidade à cidade só volta com total esclarecimento desse crime.

Por Celso Mantelli

Nenhum comentário:

Postar um comentário