quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Jovem comete suicídio após postar 144 tweets sobre a própria vida


Antes de se matar, Ashley Billasano descreveu no Twitter que já havia tentado o suicídio e que foi vítima de abuso sexual


Ashley Billasano, uma estudante americana de 18 anos, resolveu postar em sua conta do Twitter algumas situações pelas quais passou durante sua curta vida, entre elas abuso sexual e prostituição forçada. Depois de 144 tweets, porém, a jovem cometeu o suicídio, e niguém tentou impedi-la.

De acordo com a Fox News, mais de 500 pessoas seguiam Billasano no micro-blog, e algumas delas estavam online quando a jovem começou seu depoimento. Ashley descreveu a primeira vez que tentou tirar a própria vida, além do dia em que ela disse a um de seus professores e detetives da polícia sobre o abuso sexual que sofreu.

Segundo a estudante, o suposto estuprador não foi considerado culpado porque as provas contra ele eram insuficientes, o que deixou Billasano desapontada. "Foi quando eu mudei. Não me importava mais com nada, e as pessoas que encontrava não me deram nenhum motivo para continuar a viver", afirmou.

"Adoraria ouvir o que você tem a dizer, mas eu não estarei por perto", Billsano continuou. Em seu último tweet, ela declarou: "Tomei dois. Espero ter esse direito." Algum tempo depois, a jovem teria se sufocado e tirado a própria vida.

Segundo o Craig Brady, xerife do Departamento do Estado de Fort Bend (Estados Unidos), "é óbvio que Billasano precisava falar com alguém, e creio que os tweets foram a maneira que ela encontrou. Estava tentando se comunicar e fazer com que as pessoas falassem com ela."

Fonte: Ponto Telecom

Nenhum comentário:

Postar um comentário