terça-feira, 15 de novembro de 2011

Idoso é achado enforcado próximo de casa em matagal em Xanxerê


O corpo de seu Avelino Cereza de 72 anos foi localizado pela equipe do Corpo de Bombeiros de Xanxerê, por volta das 9h30min. O local era de difícil acesso, em meio a mata fechada e pontos ingrimes. Os dois cães dos Bombeiros e mais seis profissionais, considerados a melhor equipe do Estado, localizaram o idoso, enforcado com em uma árvore, com uma corda.
A retirada do corpo de seu Avelino foi difícil em razão do local. Segundo o bombeiro Busaca, que esteve nas buscas, o corpo estava cerca de 200 metros distante da casa da família. O idoso teria pego uma corda, no curral e seguido para a mata, onde foi encontrado morto após mais de 24 horas desaparecido.
- Foi uma busca difícil porque já tinham mais de 50 pessoas tentando localizar o idoso e isso acaba atrapalhando o cão. A gente pediu que todos ficassem sempre atrás da equipe, porque como nossos cães são treinados com odor humano, eles buscam sempre o mais próximo e, como tinha muita gente, acabava dificultando – explica Busca, que no momento que o corpo foi localizado, estava com seu cão, o Zorg.

O Instituto Médico Legal (IML) de Xanxerê recebeu o corpo de seu Avelino e, em seguida, liberou para os familiares realizarem o velório, que acontece na capela da funerária Central de Luto, ao lado do cemitério de Xanxerê. O enterro está marcado para às 9 horas de quarta-feira (16).

De acordo com o Policial Civil Valdecir Debastiani, haverá uma investigação para esclarecer os fatos apenas, já que a família teria relatado que não houve nenhum tipo de problema com o idoso.
- Vamos conversar, somente para esclarecer os fatos – saliente Valdecir.
Seu Avelino saiu de casa, na manhã de segunda-feira (14), quando iria tratar dos bichos e da horta, em sua casa, na propriedade rural de Costa do Irani. A esposa, dona Adélia, comunicou o desaparecimento do esposo, no início da tarde.

Fonte: Rádio Nambá

Nenhum comentário:

Postar um comentário