quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Defesa Civil Estadual dá início ao projeto que cria o Sistema Estadual de Monitoramento e Alerta 23 de novembro de 2011


A Secretaria de Estado da Defesa Civil (SDC) reuniu na tarde desta quarta-feira (23), representantes de órgãos do Governo do Estado, para dar início à construção do projeto que cria o Sistema Estadual de Monitoramento, Alerta e Alarme. O encontro aconteceu na sede da secretaria e contou com a participação do Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra), da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS), do Centro de Informática e Automação do Estado de Santa Catarina S.A. (CIASC) e da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural (Epagri/Ciram).

O projeto vai iniciar com o sistema de monitoramento de enchentes e escorregamentos na Bacia do Rio Itajaí, que integra o Projeto de Prevenção e Mitigação de Desastres na Bacia. O objetivo é constituir um sistema integrado de informações referente ao monitoramento dos rios e encostas. A partir deste encontro foram organizados grupos de trabalho para elaboração do projeto de monitoramento. Cada entidade vai reunir as informações de acordo com o produto que já dispõem no órgão.

O coordenador do Projeto de Prevenção e Mitigação de Desastres na Bacia do Rio Itajaí, Paulo Eli, enfatiza que os primeiros recursos para a realização já estão disponíveis. “Já temos um aporte do Governo Federal e estamos buscando recursos também junto ao BNDES. Nesse momento precisamos trabalhar fortemente na elaboração do projeto, que contemple o plano de aquisição de equipamentos, regras de operação, banco de dados entre outros” destacou.

Geraldo Althoff, secretário estadual de Defesa Civil, pediu o envolvimento dos órgãos no processo para que a formatação do projeto seja produtiva e de qualidade. “A criação de um sistema integrado de monitoramento e alerta na Bacia do Rio Itajaí passa a ser prioridade na área de defesa civil e também se define como uma política de estado”.

Para o gerente de monitoramento, alerta e alarme da Secretaria, Frederico Rudorff, a participação da Secretaria Nacional de Defesa Civil também deve ocorrer. “O sistema deve nascer alinhado com o modelo nacional”. O grupo que está sendo montado para atuar nesse processo vai buscar qual a dimensão dos recursos já disponíveis no Estado para que não haja sobreposição das ações.

Inicialmente já se dispõem R$ 8 milhões para o projeto, dos quais R$ 4 milhões para o sistema de enchentes e outros R$ 4 milhões para escorregamentos. Para a elaboração do projeto estão sendo levadas em conta as informações já disponibilizadas pelo estudo preparatório elaborado em cooperação técnica com o governo japonês. O grupo está avaliando as ações propostas entre elas: aquisição e instalação de equipamentos de estações de monitoramento; a elaboração de levantamento hidrológico, construção de banco de dados, planos de contingência e sistema de informação.

A construção deste projeto será feita de forma participativa e vai integrar além do governo estadual e federal, as defesas civis dos municípios da bacia, universidades e o Comitê da Bacia do Rio Itajaí. O projeto servirá de modelo para o Sistema Estadual de Monitoramento e Alerta e deverá ser expandido para outras bacias de Santa Catarina.

Fonte: http://www.defesacivil.sc.gov.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário