segunda-feira, 31 de outubro de 2011

FORÇA TAREFA SSP/SC– Operação Rastro



Prisão de Quadrilha e Apreensão de Explosivos


A Secretaria de Segurança Pública do Estado de Santa Catarina, por meio da Diretoria de
Inteligência e Informação (DINI – SSP/SC), coordenou e instituiu uma Força Tarefa denominada Operação Rastro, objetivando Investigar fatos envolvendo o uso de explosivos para atividades criminosas, s
endo que na madrugada de hoje (dia 30/10), foi logrado êxito na prisão de uma Quadrilha
composta por cinco integrantes, investigada pelo envolvimento com as ações envolvendo o uso de explosivos em caixas eletrônicos de Bancos e estabelecimentos comerciais, no Estado de Santa Catarina.

A Força Tarefa foi criada no dia 10/10/2011 pela SSP - SC, e envolve agentes da Polícia Civil e
Policiais Militares de várias regiões do Estado, bem como a Diretoria de Inteligência da SSP-SC DEIC e DICs, sendo que desde então, nenhuma ação envolvendo explosivos foi praticada no
Estado.

O CASO:

A Equipe da Força Tarefa, após dias de Investigação, iniciou o monitoramento dos Investigados
ainda durante a manhã do dia 29/10, sendo que após 18 horas ininterruptas de monitoramento dos
mesmos, os Agentes da Força Tarefa abordaram na BR 101 (Barra Velha) o veículo VW-Gol,
placas HWB-6171/SC, no qual estavam os Investigados Diogo Sagaz (22 anos), vulgo “Doido”,
Geovane da Silva (22 anos), e Ariane Zin da Silva (23 anos), que estavam de posse de seis
explosivos, tipo Bananas de dinamite, de 60 cm cada, com 1,5 Kg cada, o que totaliza
aproximadamente 9Kg de explosivos, e que segundo Investigação seriam utilizados em
aproximadamente 20 ataques a caixas eletrônicos. Todos com identificação criminal, inclusive
Diogo possui passagem na cidade de Cuiabá, estado do Mato Grosso.

Ainda durante os trabalhos, os agentes abordaram o veículo Fiat/Palio, placas MBT-7399/SC, no
Bairro Centenário, na cidade de São Bento do Sul, que estava ocupado pelos Investigados Francisco Franco (31 anos), vulgo “Chiquito”, Jair Nascimento (41 anos) e Anésio Pereira Machado (53 anos). Os ocupantes, fazendo uso do veículo, tentaram evadir-se da abordagem, sendo necessário alvejar o veículo com disparo de arma de fogo para obrigá-lo a parar. Francisco e Anésio são tidos como os articuladores responsáveis pelo repasse de Explosivos para as ações delituosas.

Ainda na residência de Francisco foi apreendido um revólver calibre .38 de seis polegadas; 47 munições

intactas e 26 estojos (deflagrados). Além dos objetos citados, também foram apreendidos os veículos, os quais irão passar por perícia, e
diversos telefones celulares.

As Investigações continuam e agora a Força Tarefa irá representar por mais prisões de integrantes da Quadrilha, os quais já estão identificados e nos próximos dias serão presos.

Com esta Ação, a Força Tarefa acredita ter desarticulado parte da Quadrilha envolvida com o
abastecimento de explosivos e da Quadrilha envolvida diretamente com as ações de ataque a caixas
eletrônicos, inclusive tirando os explosivos de circulação e seus articuladores, acredita-se ter
evitado aproximadamente vinte possíveis ataques a caixas eletrônicos em nosso Estado, bem como
evitar que em ataques com o uso de explosivos que viessem a ser praticados, vidas alheias de
inocentes fossem ceifadas.

Durante os trabalhos foi essencial o apoio prestado pelos Policiais Civis da Cidade de São Bento do Sul (Agentes, Escrivão, Plantonista e Delegado).

Fonte: D.I.C. - Polícia Civil
Divisão de Investigação Criminal
PEFRON - Força Nacional

Nenhum comentário:

Postar um comentário