domingo, 30 de outubro de 2011

Acidente com três mortes em Chapecó



Um acidente com três mortes ocorreu no final da tarde deste domingo (30), na SCT 480, próximo da ponte do Goio-Ên, em Chapecó.

Uma carreta bitrem Mercedes Benz carregado com milho, que fazia sentido Chapecó/Nonoai, perdeu o controle, invadiu a pista contrária, bateu num Corsa Placas de Cascavel-PR e noutro Corsa de Chapecó-RS, que vinha em sentido contrário.

Morreram três dos quatro ocupantes do Corsa, o motorista Darlei André Ribeiro, 32 anos, a mulher Andréia Rodrigues Ribeiro, 31, e uma das filhas gêmeas, de seis meses.

A outra gêmea sobreviveu e foi encaminhada ao Hospital Regional do Oeste. O motorista da carreta, Flaviomar Luchtemberg, teve ferimentos leves e também foi encaminhado ao hospital.

Depois que bateu nos dois Corsa a carreta tombou e jogou a carga de milho que arrastou outros dois carros, uma Strada placas de Blumenau e um Fox placas de São Carlos, que aguardavam abrir o sinal do semáforo da ponte sobre o Rio Uruguai, que liga Chapecó a Nonoai.

-Se a carga não nos arrasta o caminhão tombava em cima de nós- disse o motorista da Strada, Roberto Carlos Nogueira dos Santos. Ele afirmou que o caminhão desceu desgovernado pela rodovia.

-Deus nos livrou dessa- afirmou o motorista do Corsa de Chapecó, Idemir Velasques, que viajava atrás do veículo da família em que morreram três pessoas e também foi atingido pela carreta.

O policial rodoviário federal do Rio Grande do Sul, Carlos Sarzi, suspeita de falha mecânica, após observar o tacógrafo.

Ele afirmou que a carreta estava a uns 50 quilômetros por hora a uns oito quilômetros do acidente e depois foi aumentando a velocidade, até atingir 75 quilômetros por hora, quando tombou.

ClicRBSChapecó
Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário