domingo, 4 de setembro de 2011

Quatro vítimas de acidente com van escolar de Nova Erechim são enterradas neste domingo


Outros cinco feridos seguem internados em estado grave




A comoção tomou conta dos 4,2 mil habitantes da cidade de Nova Erechim durante o enterro das quatro vítimas do acidente de trânsito entre uma van escolar e um caminhão, ocorrido no sábado pela manhã, na BR 470, em Gaspar.

Os corpos chegaram em Nova Erechim por volta das 2 horas de domingo. Eles foram velados no ginásio da escola. Aos poucos a população foi lotando o ginásio até atingir cerca de três mil pessoas, pelos cálculos da Polícia Militar local.

— Nunca vi nada igual — disse o aposentado José Scapin, que mora na cidade há seis décadas.

O prefeito Volmir Pirovano decretou luto oficial por três dias. As atividades esportivas foram suspensas, segundo o vereador Gilberto Bortese, e na segunda-feira não haverá aula.

— A gente nem sabe como vai ser, perdemos o chão - disse a diretora da escola, Noeli Alessi Soletti. - Não tem palavras para descrever o que estamos passando — completou.

Ela afirmou que a excursão da oitava série (nono ano) do ensino fundamental já é tradicional na escola. Os alunos já ficam planejando chegar no último ano e fazer a viagem. Muitos iriam conhecer a praia pela primeira vez.

Ele chegariam no sábado pela manhã em Balneário Camboriú, onde fariam uma trilha ecológica. À tarde iriam para Meia Praia, em Itapema.No domingo, visitariam o Beto Carrero World, em Penha. Mas os planos foram interrompidos pelo choque com um caminhão. As informações da Polícia Rodoviária Federal são de que o motorista da van foi desviar de outro carro que saiu do trevo de Gaspar e invadiu a pista. Nisso colidiu com o caminhão.

Os corpos foram enterrados no final da manhã deste domingo, após a missa. Bruna Zenni, 16 anos, Renata Pezenatto, 14 anos, e a professora Jocicler Mascarello, 45 anos, foram enterradas no cemitério municipal. Danielly Hinning, 14 anos, foi enterrada na comunidade São José, onde morava.

Outros feridos seguem internados em estado grave


Quatro crianças seguem internadas em estado grave: Guilherme Pagani, 14 anos (UTI do Azambuja), Renata Corso, 14, Vinicius Sirtuli, 13 (UTI no Hospital Santo Antônio), e Gustavo Weschenfelder, 15, que respira com ajuda de aparelhos na UTI do Hospital Santa Isabel. O motorista da Van está em observação no Hospital Azambuja, em Brusque.

DC
Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário