quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Adolescente de 16 anos confessa ter matado e cortado pés e cabeça de mulher em Criciúma


Ele diz ter decepado a mulher porque queria ficar com a casa; frieza espantou policiais

Um adolescente de 16 anos confessou ter sido o autor de um crime bárbaro descoberto nesta quarta-feira no Bairro Santo Antônio, em Criciúma. Ele disse ter cortado a cabeça, os pés, e queimado a garota de programa Crislaine dos Passos, 35 anos. O corpo dela foi encontrado em um matagal por um homem que procurava material para reciclagem.

O crime, ocorrido na quarta-feira passada (24) teria sido motivado por vingança a uma denúncia dela sobre tráfico de drogas. A Polícia Civil conseguiu chegar ao menor por conta das investigações de um outro homicídio ocorrido há 30 dias em Criciúma. De acordo com o delegado Juarez de Souza Medeiros o rapaz de 16 anos e um outro homem de 18 anos foram detidos por serem suspeitos do crime descoberto no mês de julho. O rapaz confessou os dois crimes e surpreendeu os investigadores pela frieza e despreocupação com a situação.

— Ele tem o perfil psicopata. Ele ri, debocha e acha que o que fez é a coisa mais bonita e banal do mundo — disse o delegado.

O adolescente tem contra si um mandato de apreensão por causa de um outro homicídio ocorrido em 2010, também em Criciúma. Conforme o rapaz, o crime descoberto nesta manhã ocorreu cerca de cinco dias depois de ele ter conhecido a vítima que teria o jovem denunciado por tráfico de drogas.

Crime bárbaro

Ele contou ter invadido a casa da vítima e a surpreendido na cama ainda dormindo. O adolescente a estrangulou com as mãos e depois a matou por enforcamento com uma corda. O corpo de Crislaine foi transportado em um carrinho de supermercado até um matagal, onde acabou queimado com gasolina. Depois disso o autor do homicídio decepou a cabeça e os pés com a ajuda de uma enxada. O corpo carbonizado foi parcialmente enterrado e coberto por um sofá velho que estava no matagal.

Os peritos da Polícia Civil encontraram a cabeça próxima do local do crime, o que ajudou na identificação da vítima, que é nascida em Itu (SP). Em depoimento, o adolescente de 16 anos disse que pretendia matar Crislaine para se apossar da casa dela. Logo depois ele se mudou para o local com a companheira que estava grávida e teve o filho na terça-feira (30).


Marcelo Becker | marcelo.becker@diario.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário