sábado, 20 de agosto de 2011

Polícia desarticula quadrilha que assaltaria lotérica no Meio-Oeste



Confronto entre polícia e assaltantes matou um e feriu duas pessoas em Santa Cecília



Uma força-tarefa com homens das polícias Civil, Militar, Rodoviária Federal e do Policiamento Especializado de Fronteiras (Pefron) desarticulou na manhã desta sexta-feira no Meio-Oeste de Santa Catarina parte do que pode ser uma grande quadrilha de assaltantes de ônibus de excursão e casas lotéricas. A operação ocorreu no município de Santa Cecília e resultou na morte de um suspeito e na prisão outros cinco.



A força-tarefa passou a investigar os vários casos ocorridos na região nos últimos meses e recebeu a informação de que uma quadrilha praticaria um assalto em Santa Cecília nesta sexta. Os policiais localizaram os suspeitos em três carros e os monitoraram desde o início da manhã.



A informação inicial era de que o assalto seria em uma agência bancária, mas depois, os policiais confirmaram que a intenção dos bandidos era praticar um assalto a uma casa.



Por volta das 10h, os suspeitos foram até o estacionamento de um restaurante à beira da BR-116, a sete quilômetros do Centro de Santa Cecília, onde definiriam os últimos detalhes do crime. Os policiais abordaram os bandidos e foram recebidos com vários disparos de arma de fogo. No tiroteio, dois criminosos ficaram feridos e um morreu.



Os suspeitos estavam com três carros, uma pistola nove milímetros — de uso exclusivo das Forças Armadas e da Polícia Federal -, uma pistola 380, dois revólveres calibre 38, munição e seis celulares. Todo o material foi apreendido.



Um dos suspeitos morreu na hora



Dos seis, Loir Carlos Milani, de 33 anos e morador de Caçador, morreu na hora com um tiro no peito. Segundo o delegado Daniel Régis, que coordenou a operação, Loir tinha antecedentes criminais por tráfico de drogas, porte ilegal de arma, furto e receptação.

Os dois que ficaram feridos, mas sem gravidade, são Wagner Ruiz de Medeiros, 27 anos, de Caçador, que levou um tiro de raspão no peito, e Eder João Bisello, 29, de Videira, que levou um tiro na perna. Eder tem passagens por homicídio, assalto e porte ilegal de arma. Ele e Wagner foram atendidos no hospital de Santa Cecília e foram para a delegacia no começo da tarde.



Os outros três presos são Daguiar Kades, 28, de Caçador e sem antecedentes criminais; Romildo Antunes Maciel, 32, de Videira e com passagens por homicídio, assalto, tentativa de assalto e porte ilegal de arma; e Valderi Pereira, 35, de Curitibanos e com mandado de prisão em aberto na Comarca de Capinzal.


Os cinco foram autuados em flagrante por formação de quadrilha armada, tentativa de homicídio e porte ilegal de arma, e ficarão à disposição da Justiça no Presídio Regional de Caçador. O corpo de Milani foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) de Caçador.

ClicRBS

Nenhum comentário:

Postar um comentário