terça-feira, 16 de agosto de 2011

Polícia apreende 120 quilos de explosivos em Coronel Freitas, no Oeste de Santa Catarina


Três pessoas foram presas em flagrante na propriedade onde estava a dinamite


Uma apreensão de 120 quilos de explosivo foi realizada na manhã desta terça-feira no interior de Coronel Freitas, no Oeste do Estado. A dinamite estava numa propriedade rural da linha Monte Alegre. De acordo com o delegado coordenador da Divisão de Investigação Criminal de Chapecó, Augusto Melo Brandão, a suspeita é de que o material seja o mesmo furtado de uma empresa de detonações de Chapecó, no dia 2 de agosto.

A partir daquela data a Polícia Civil de Chapecó, com o auxílio da equipe de Patrulhamento da Fronteira, começou a investigação que resultou na "Operação 16". O número é referente à posse ilegal explosivo, na Lei de Desarmamento.

O mandado de busca e apreensão foi cumprido a partir das 6 horas da manhã. Três pessoas foram presas em flagrante na propriedade onde estava a dinamite. Um deles, Ivan Bertozo, 34 anos, é suspeito de ser fornecedor do explosivo para quadrilhas. O delegado supõe que ele tenha fornecido o explosivo utilizado na tentativa frustrada de arrombar um caixa eletrônico em Nova Erechim, na semana passada.

Brandão afirmou que o material aprrendido nesta terça-feira seria utilizado para outros assaltos.

— É um volume muito grande que iria fazer um estrago em todo o estado — avaliou.

Berrtozo, que já tem outras passagens policiais, deve ser indiciado por posse ilegal de explosivo, segundo delegado. A pena para este crime é de reclusão de três a seis anos.

Um irmão de Ivan, Adilson Bertozo, foi preso na mesma casa mas a polícia ainda está investigando a participação dele. Já um tio, Iloí Betozo, 54 anos, foi preso por posse ilegal de arma, numa casa vizinha, com duas espingardas, um revólver e uma garrucha. Ele deve ser liberado após pagamento de fiança.

A Polícia Civil vai aprofundar a investigação para tentar identificar outras pessoas que formariam uma quadrilha de assaltantes.

DC
Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário