quinta-feira, 18 de agosto de 2011

IML confirma 20 facadas em jovem assassinado em Itá



O Instituto Médico Legal de Concórdia confirmou que o jovem assassinado em Itá foi atingido por pelo menos 20 facadas, todas nas costas. A necropsia foi feita na manhã de hoje e o corpo já liberado para os atos fúnebres em Itá. De acordo com o médico legista, os golpes atingiram vários órgãos vitais. O coração e pulmão foram perfurados.

O pai da vítima, Pedro Camargo, disse que desconhecia o relacionamento do filho com a adolescente. Ele explica que também não tem conhecimento sobre os motivos do crime. Camargo é separado e não tinha um relacionamento próximo com o filho.

Segundo ele, fazia 30 dias que não falava mais com Odair Fabiano Camargo, que foi morto ontem à noite no centro de Itá. A sua suposta namorada conseguiu fugir e acionar a polícia.

O autor do crime foi preso e foi encaminhado ao Presídio Regional de Concórdia.

Aliança


A noite da terça-feira (16) registrou bárbaro assassinato em Itá. Por volta das 21 horas um casal de namorados estava atrás da igreja quando Odair Fabiano Camargo (18) foi assassinado. A vítima foi encontrada com mãos e pés amarrados, boca amordaçada e diversos golpes de arma branca. A namorada, que é menor de idade, conseguiu fugir. O corpo de Odair estava jogado em um barranco ainda no centro. A namorada conseguiu escapar enquanto o namorado era vítima do crime.

Odair era pintor e morava na área urbana de Itá. A polícia já tem um suspeito detido. Trata-se de Fernando Arthur da Silva. Ele é maior de idade e estava em liberdade de sete dias da cadeia. O soldado Germano deu detalhes do crime, confirmando que o jovem foi amordaçado pelo autor do homicídio, que teve requintes de crueldade. "Havia ferimentos nas costas e na cabeça, possivelmente causados por faca ou facão", contou o policial.


O suspeito

Fernando Arthur da Silva, popular Cabal, natural de Xavantina, cumpriu pena no Presídio Regional de Concórdia pelos crimes de furto e assalto. Ele havia sido transferido para Curitibanos. Fernando também já havia passado pela Penitenciária de Chapecó,

Font: Rádio Rural

Nenhum comentário:

Postar um comentário