terça-feira, 30 de agosto de 2011

Corpo de mulher que morreu em acidente é arrancado do túmulo no Oeste


Suspeita é de que a motivação para o fato terrível tenha sido sexual



Um fato macabro está intrigando os moradores da pequena Caibi, no Oeste do estado. O corpo de uma mulher, que havia sido sepultado na tarde desta segunda-feira, foi arrancado da sepultura durante a noite, foram os familiares que se depararam com a cena na manhã de hoje. A suspeita é que quem violou a sepultura possa ter tido motivação sexual.



Segundo repórter Eduardo Gasparin da Rádio Caibi. fi confirmada a informação e os familiares da mulher, de 34 anos, estão muito abalados com o fato.



A mulher morreu em um acidente de trânsito por volta das 14h do último domingo, 28, na rodovia SCT 283, Km 132, no município de Águas de Chapecó.

O carro que ela dirigia um Peugeot 207 placas MJS 6049 de Chapecó saiu de pista e bateu em uma árvore. A condutora S R D morreu no local.

Ela era enfermeira trabalhava em Chapecó e voltava de uma visita à família em Caibi.


O corpo foi sepultado por volta das 15h desta segunda-feira, mas não parou por aí o sofrimento da família.


Hoje cedo alguns parentes foram até o cemitério da cidade para verificar se a chuva da noite havia danificado o túmulo. A cena que encontraram foi macabra. O corpo de Simone estava fora do caixão, que havia sido quebrado.

Ela estava completamente nua e com as pernas semi-abertas. A Polícia Civil foi acionada e o Instituto Geral de Perícias esteve no local examinando o túmulo e o corpo, que foi levado para a sede do órgão em Chapecó.

A Polícia e o IGP ainda não se manifestaram oficialmente sobre o caso, mas as suspeitas são de que o corpo tenha sido retirado com fins sexuais, o que é conhecido pelo termo necrofilia.

Somente os exames que serão feitos no IGP vão apurar se de fato as suspeitas são verdadeiras.

Fonte:
Rádio Caibí
Fotos - Irno Devitte/Jornal Expresso D'Oeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário