domingo, 28 de agosto de 2011

Chapecoense vence fora e assume liderança





Um empate já era bom mas a vitória por 1 a 0 contra o Brasil-RS, em Pelotas, foi excelente para a Chapecoense, que assumiu a liderança do Grupo D na Série C do Campeonato Brasileiro. O Verdão do Oeste foi a 10 pontos e ultrapassou o Joinville, que ficou com nove após a derrota em casa por 4 a 2, para o Caxias.



No próximo domingo os dois times catarinenses se enfrentam em Chapecó. Ontem, em Pelotas, a Chapecoense tinha quatro desfalques, sendo dois titulares. E perdeu mais um jogador durante o jogo, quando o zagueiro Dema teve que sair por lesão.

Em compensação quem entrou foi o volante Marcos Alexandre, que não jogava desde a final do campeonato Catarinense. E ele deu conta do recado.

Num primeiro tempo de poucas chances de gol, a Chapecoense contou com o oportunismo do atacante Neílson. Aos 45 minutos ele recebeu passe de Neném e fez o único gol da partida, o quinto seu no campeonato Brasileiro.

No início do segundo tempo a Chapecoense poderia ter ampliado com Jean Carlos e Medina mas o goleiro Vanderlei fez boas defesas. Depois disso o Brasil pressionou e foi a vez de Rodolpho salvar a Chapecoense num chute de Athos. O resultado deixa a Chapecoense próxima da segunda fase, pois ainda tem três jogos, dois em casa. Há possibilidade de classificação com mais uma vitória.

Mas os jogadores querem evitar cálculos agora. De acordo com o volante Everton Cezar, o resultado dá tranqüilidade para buscar a classificação. O goleiro Rodolpho dedicou a vitória ao filho Davi, que ontem completou dois anos. –Vou pegar o telefone e ligar para ele- disse, ao final da partida.

Já o atacante Neílson homenageou a namorada Letícia. –Sou um cara predestinado e que trabalha bastante- declarou. Para o técnico Mauro Ovelha a vitória mesmo com os desfalques mostrou a qualidade do grupo da Chapecoense.

FICHA TÉCNICA

BRASIL-Pe (0)

Vanderlei, Cláudio Roberto, Jonas (Júnior Carvalho), Asprilla, Galego, Carlos Alberto, Léo Medeiros, Guilherme (Kim), Athos, Marcos Denner, Luiz Carlos (Juba).

Técnico: Sérgio Ramirez.

CHAPECOENSE (1)

Rodolpho, Kleber Goiano, Dema (Marcos Alexandre), Amaral Rosa, Medina (Rodrigo Thiesen), Diego Felipe, Everton Cezar, Neném (Rafael Bitencourt), Aelson, Jean Carlos, Neilson.

Técnico: Mauro Ovelha.

Gols: Neílson (45min. 1T) Chapecoense.

Arbitragem: Rodrigo Nunes de Sá (RJ), com os auxiliares, Ivan Carlos Bohn (PR) e Rafael da Silva Alves (RS).

Cartões amarelos: Amaral Rosa, Aelson, Neílson, Jean Carlos, Rodrigo Thiesen, (Chapecoense);

Local: Estádio Bento Freitas em Pelotas/RS

DC
Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário