terça-feira, 26 de julho de 2011

Presos em São Miguel do Oeste 10 suspeitos de receptação de carros roubados


Detidos são empresários do ramo de autopeças e transportadores


Dez pessoas foram presas nesta segunda-feira em Santa Catarina suspeitas de participarem de um esquema que fraudava seguradoras de veículos. Os detidos são empresários do ramo de autopeças e transportadores nas cidades de São Miguel do Oeste, Maravilha, Pinhalzinho e Urussanga. Outros seis mandados não tinham sido cumpridos até o final da tarde de segunda-feira. Cerca de 50 Policiais Civis, com o apoio do Núcleo de Operações Especiais da Polícia Rodoviária Federal, participaram da Operação Copacabana-Sul.

De acordo com o delegado Albert Silveira, a quadrilha trazia veículos do Rio de Janeiro para Santa Catarina. Os donos dos carros registravam o suposto "furto" do carro e as seguradoras indenizavam os proprietários. Em Santa Catarina as lojas de autopeças desmanchavam ou adulteravam os veículos.


Um caminhão com dois carros com placas do Rio de Janeiro foram apreendidos nesta segunda-feira chegando em São Miguel do Oeste. O delegado suspeita que eles faziam parte do esquema. Quatro estabelecimentos de revenda de peças de veículos foram interditados em São Miguel do Oeste, Pinhalzinho, Maravilha e Chapecó.


Os detidos foram levados para as unidades prisionais de São Miguel do Oeste e Chapecó. Os envolvidos podem responder por crimes de estelionato, formação de quadrilha e receptação. As penas podem chegar a 11 anos de reclusão, segundo o delegado. A estimativa é de que o golpe movimentava 25 veículos por mês, num total de R$ 1 milhão de prejuízo para as seguradoras. Há suspeita de receptação também em outras regiões do Estado, que serão investigadas a partir de agora. Silveira estima que a quadrilha atuava há pelo menos quatro anos em Santa Catarina.


ClicRBS

Nenhum comentário:

Postar um comentário