domingo, 10 de julho de 2011

Fernando Alonso deixa Vettel para trás e conquista a primeira vitória ano em Silverstone


Com uma ultrapassagem nos boxes, espanhol garante a primeira para a Ferrari, que não vencia desde o GP da Coreia de 2010



Em uma prova disputada e cheia de bons momentos, Fernando Alonso, da Ferrari, venceu o GP da Inglaterra de Fórmula-1 neste domingo em Silverstone. Com uma ultrapassagem nos boxes, uma estratégia bem feita e uma pitada de sorte, o espanhol conquistou a primeira vitória do ano para ele e a equipe de Maranello. Felipe Massa ficou em quinto lugar. Rubens Barrichello, em 13º.
A prova inglesa começou com pista molhada. Na largada, Vettel pulou na ponta, enquanto Webber, o pole, teve de contentar com a segunda posição. Alonso manteve a terceira e Felipe Massa perdeu a quarta para Jenson Button. O brasileiro recuperou o lugar com um a bela ultrapassagem três voltas mais tarde.
Como todos largaram com pneus de chuva, a regra que obriga a usar durante a prova os compostos duros e macios é invalidada. Nos pits, a opção é sempre pelos macios, cerca de um segundo mais rápidos por volta.
Um dos nomes do início da prova, Michael Schumacher largou bem ganhou boas posições. Mas o multicampeão não está em seus melhores dias. Em uma manobra de ultrapassagem ousada, quebrou o bico da Mercedes ao bater em Kamui Kobayashi, da Sauber. Teve de parar e trocar o bico e, para completar, pagar, voltas mais tarde, um stop-go (10 segundos no box) pela manobra em cima do japonês.
O duelo Hamilton e Alonso foram um dos pontos altos da prova. Primeiro o inglês conseguiu a ultrapassagem e conquistou a terceira posição. O espanhol não desiste fácil e seis voltas mais tarde conseguiu, com o uso da asa traseira móvel, a ultrapassagem em cima do inglês.

Na segunda rodada de pit stops, Vettel e Alonso pararam juntos. A Red Bull teve um problema com o macaco que levanta traseira do carro. Alonso aproveitou o raro erro e passou o alemão nos pits. O espanhol assumiu a ponta e imprimiu um ritmo forte, abrindo boa vantagem para Hamilton e Vettel que brigavam pela segunda posição. A posição só foi recuperada pela estratégia, quando a Red Bull antecipou um pit-stop de Vettel.
Jenson Button, um dos donos da casa abandonou no ultimo pit-stop. Em um erro da Mclaren o piloto foi liberado antes que a roda dianteira direita fosse bem fixada. Na saída dos boxes, a roda se soltou. O inglês, campeão mundial de 2009, nunca subiu ao pódio em Silverstone e com o abandono perde a segunda posição no mundial de pilotos.
Na disputa pela ultima vaga no pódio, Mark Webber conquistou a terceira posição ao ultrapassar Lewis Hamilton por fora, utilizando a asa traseira móvel. A ferramenta tem sido importante no aumento do numero de ultrapassagens nesta temporada.
O brasileiro Felipe Massa aproveitou o bom momento da Ferrari e fez uma boa prova. Manteve-se entre os primeiros durante todo o tempo e protagonizou com Hamilton um final de prova emocionante. Na luta pela quarta posição, os dois tocaram roda nas ultimas curvas e disputaram a posição até bandeirada final. Hamilton conseguiu manter a posição e Massa terminou em quinto.
Com o resultado, Alonso subiu para a terceira colocação na tabela, com 112 pontos, à frente dos dois pilotos da McLaren, Jenson Button e Lewis Hamilton, agora empatados com 109. Felipe Massa aparece logo atrás da dupla inglesa, com 52. Já Sebastian Vettel segue frouxo na ponta, com 204, seguido pelo companheiro de Red Bull Mark Webber, com 124. A Formula-1 volta à pista no dia 22 de julho em Nürburgring, na Alemanha.
Resultado final do GP da Inglaterra:
1. Fernando Alonso-ESP (Ferrari) - 1m41s951
2. Sebastian Vettel-ALE (Red Bull-Renault) - 1m38s521
3. Mark Webber-AUS (Red Bull-Renault) - 1m38s436
4. Lewis Hamilton-ING (McLaren-Mercedes) - 1m39s202
5. Felipe Massa-BRA (Ferrari) - 1m38s734
6. Nico Rosberg-ALE (Mercedes) - 1m39s499
7. Sergio Pérez-MEX (Sauber- ) - 1m40s933
8. Nick Heidfeld-ALE (Renault-Lotus) - 1m40s446
9. Michael Schumacher-ALE (Mercedes) - 1m39s704
10. Jaime Alguersuari-ESP (STR-Ferrari) - 1m40s568
11. Adrian Sutil-ALE (Force India-Mercedes) - 1m38s982
12. Vitaly Petrov-RUS (Renault-Lotus) - 1m39s211
13. Rubens Barrichello-BRA (Williams-Cosworth) - 1m39s474
14. Pastor Maldonado-VEN (Williams-Cosworth) - 1m38s572
15. Paul di Resta-ESC (Force India-Mercedes) - 1m38s877
16. Timo Glock-ALE (MVR-Cosworth) - 1m42s202
17. Jerome D'Ambrosio-BEL (MVR-Cosworth - 1m42s435
18. Vitantonio Liuzzi-ITA (Hispania-Cosworth) - 1m47s559
19. Daniel Ricciardo-AUS (Hispania-Cosworth) - 1m46s610
Não completaram:
Jenson Button-ING (McLaren-Mercedes) - volta 40
Sebastien Buemi-SUI (STR-Ferrari) - volta 27
Kamui Kobayashi-JAP (Sauber-Ferrari) - volta 27
Heikki Kovalainen-FIN (Lotus-Renault) - volta 3
Jarno Trulli-ITA (Lotus-Renault)

Luane Magalhães | luane.magalhães@gruporbs.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário