sexta-feira, 15 de julho de 2011

Encontrados corpos dos passageiros de helicóptero que caiu em Jaraguá do Sul

Segundo a polícia a maior dificuldade no resgate foi a neblina


Foram encontrados, junto aos destroços do helicóptero Esquilo - prefixo PRJGM, os corpos dos três passageiros que estavam na aeronave. O acidente aconteceu nesta sexta-feira de manhã em Jaraguá do Sul. Eles estão sendo resgatados com ajuda do helicóptero Águia, da Polícia Militar e serão levados para o IML de Jaraguá do Sul, para reconhecimento dos familiares.

Na aeronave estavam três pessoas: o piloto Álvaro Pisetta Júnior, o empresário Gilberto Menel e o pedreiro Érico Melchioretto.


O helicóptero pertencia ao empresário Gilberto Menel. Ele e os demais integrantes da aeronave iam em direção à cidade de Navegantes, litoral de Santa Catarina.

Segundo informações da torre de comando do aeroporto Ministro Victor Konder, em Navegantes, o helicóptero não fez contato com a torre durante o percurso e nem informou sobre problemas.

Conforme informações de integrantes das equipes de resgate, a aeronave teria colidido num morro, que tinha muitas pedras. Na hora do voo havia neblina nessa região.

De acordo com a assessoria de comunicação da Infraero, o comandante da aeronave teria entrado em contato com a torre de comando por volta das 8h, informando o plano de voo. Ele deveria pousar numa empresa que fica às margens da BR-470, por volta das 10 horas. O comandante deveria ter feito uma comunicação no momento em que adentrasse a área próxima ao aeroporto de Navegantes, o que não aconteceu.

Por volta das 11h, a torre de comando confirmou que a aeronave não havia pousado em nenhum outro local e acionou o salva-aéreo.

A Aeronáutica vai investigar a queda. Dois peritos do Serviço Regional de Prevenção de Acidentes Aéreos decolaram de Porto Alegre e devem chegar no final desta tarde para investigar as causas do acidente.


Segundo o Major Nelson Henrique Coelho, comandante da 2ª Companhia do Batalhão de Aviação da Polícia Militar a maior dificuldade no resgate foi a neblina.


— O impacto foi bastante grande. As vítimas apresentavam bastantes lesões na região da cabeça —, completou.


A NOTÍCIA

Nenhum comentário:

Postar um comentário