segunda-feira, 25 de julho de 2011

Acidente causa uma morte no parque eólico de Água Doce

Operador de guindastes morreu na hora após o braço do guindaste ceder

O operador de guindastes Raimundo de Jesus, de 36 anos, morreu na semana passada num acidente no parque eólico de Água Doce, na divisa com o município paranaense de Palmas. Ele operava um guindaste e deveria montar uma hélice. A força do vento girou o equipamento que quebrou o braço do guindaste, toda a estrutura veio abaixo e atingiu em cheio a cabine onde estava o operador, que morreu na hora. Outro guindaste também foi atingido, mas ninguém se feriu.

O parque que produz energia eólica pertence a uma empresa argentina. A empresa informou apenas que o operador era terceirizado.

O corpo de Raimundo foi trazido para o IML de Joaçaba e depois transportado para São Paulo, onde morava o profissional.

ederluiz.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário