terça-feira, 7 de junho de 2011

Autorizada transfusão em jovem Testemunha de Jeová

Jovem pilotava essa motocicleta no momento do acidente


O juiz Rudson Marcos da Comarca de Concórdia autorizou ontem o quadro médico do Hospital São Francisco, realizar a transfusão de sangue em uma das vítimas de acidente de trânsito em Piratuba. De acordo com a decisão do magistrado, a situação da saúde da mulher de 30 anos é grave e depende da transfusão, procedimento incompatível com as suas convicções religiosas. Ela é Testemunha de Jeová, conforme o judiciário. Segundo os autos do processo, nem a vítima e nem os familiares autorizam o procedimento necessário.

Rudson Marcos fundamenta sua decisão destacando que é obrigação do médico tomar providências que a medicina moderna lhe oferece no momento como única alternativa para evitar a morte da paciente. Além disso, sustenta que “é vedado ao médico deixar de usar todos os meios disponíveis de diagnóstico e tratamento cientificamente reconhecidos e a seu alcance, em favor do paciente”, conforme o Código de Ética Médica.

O magistrado reitera que ainda sem autorização da paciente e seus familiares os médicos tem obrigação de tomar medidas para evitar a morte da paciente. No acidente registrado no domingo, dia 5, por volta das 16h, no centro de Piratuba, morreu o motociclista Raimundo Graef, 45 anos.

O acidente envolveu um Gol com placas de Piratuba, cujo motorista ainda não foi localizado e uma outra motocicleta que estava sendo pilotada pela jovem que está internada com quadro clínico grave em Concórdia e por decisão judicial será submetida à transfusão de sangue, mesmo sem a autorização da família.

Fonte: Rádio Aliança

Nenhum comentário:

Postar um comentário